---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


ARROIO TRINTA TRABALHANDO PARA DIMINUIR OS ÍNDICES DE OBESIDADE E EXCESSO DE PESO

Publicado em 24/04/2015 às 11:44 - Atualizado em 24/04/2015 às 11:49

No Brasil, a prevalência de obesidade aumentou muito na última década. 51% da população está acima do peso. A obesidade é um problema de saúde pública, considerando-se uma pandemia, como designa a Organização Mundial da Saúde (OMS). Além disso, a crescente prevalência das doenças relacionadas com a obesidade atinge muitos países. De acordo com todas as consequências relacionadas à obesidade, como o aumento da prevalência, os custos gerados à sociedade, a crescente morbimortalidade e as previsões desfavoráveis para o futuro, é de suma importância buscar tratamentos que obtenham bons resultados.

Segundo Coronho et al. (1997), os programas de perda de peso mais eficientes envolvem uma combinação de dieta, exercício físico, modificação do comportamento e, em alguns casos selecionados, a medicação farmacológica e/ou tratamento cirúrgico também se fazem necessários.

A estratégia dos programas comportamentais busca ensinar aos pacientes modificar comportamentos alimentares e físicos, mudando os estímulos ambientais que geram tais comportamentos. A maioria dos tratamentos não obtém bons resultados em longo prazo. Observando que não há terapia altamente efetiva para a obesidade, o município adotou esta metodologia em grupo.

Toda a população, com idade superior a 16 anos, que possuía o desejo de emagrecer, melhorar sua qualidade de vida e, principalmente, os que possuíam comorbidades foi convidada a participar.  O trabalho consiste em 13 reuniões semanais e 2 trimestrais. As reuniões duram aproximadamente 1 hora, os integrantes do grupo são pesados a cada encontro, recebem orientações quanto à melhoria dos hábitos alimentares, atividades físicas e modo de pensar e se comportar frente aos alimentos.

O projeto é coordenado pela Nutricionista Andréia Giacomin e conta com a participação de profissionais da Equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): a Médica Dra. Danays Penelver, a Enfermeira Thaíse Serighelli, a Técnica em Enfermagem Salete Nesi, a Psicóloga Sibele Munaro, a Fisioterapeuta Magda Gemelli e os Agentes Comunitários da Saúde (ACS).

Após cada reunião, é proporcionado aos participantes, uma hora de atividade física coordenada pela fisioterapeuta da equipe. No decorrer da semana também são disponibilizados outros horários para que a população pratique mais exercícios e incorpore este hábito para a vida.

Hoje o grupo é formado por aproximadamente 30 pessoas,  que já eliminaram em torno de 60 kg no período.

Se obtivermos boa aceitação e bons resultados com esta metodologia, novos grupos serão formados dando oportunidade a mais munícipes.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar